Categorias
Ortopedia

Relação entre estresse, ansiedade e dores nas costas

A pandemia levou muita gente a trabalhar e estudar em casa. Com a mudança de hábitos, é preciso ficar atento à postura para evitar problemas de coluna. O ortopedista da Orto&Trauma, Marcelo Rosendo, especialista em coluna, dá dicas importantes para uma melhor qualidade de vida neste período de quarentena.  “Ao usar o celular, leve o aparelho à altura do rosto, para evitar que você abaixe a cabeça e fique com dores na região cervical. Observe sua postura ao sentar para usar o computador e procure alongar seu corpo sempre que possível”, orienta.

O ortopedista alerta que há uma relação entre estresse, ansiedade e dores nas costas. “Uma das maiores causas dessas dores nas costas é o quadro emocional das pessoas, especialmente neste período de pandemia. Por isso, é importante criar uma rotina anti-estresse, com alimentação saudável, horas de sono e procurar fazer alguma atividade física, como caminhada no jardim de casa ou na praça mais próxima”, sugere.

Categorias
Ortopedia

Cuidados para evitar lesões nos joelhos

Muita gente chega ao consultório do ortopedista reclamando de dor nos joelhos. De acordo com Dr. Alexandre Rêgo Filho, da Orto&Trauma, a lesão nos joelhos é relativamente comum, mas não impede as pessoas de voltarem às atividades físicas. “O que orientamos para diminuir a quantidade de lesão, é que o paciente tenha um joelho condicionado. A prevenção geralmente se dá com alongamento e com fortalecimento muscular”, indica.

Dr. Alexandre explica que é comum no consultório atender pacientes que praticam corrida ou esportes que exigem contato, a exemplo de basquete, futebol e luta, com problemas no joelho. “Para os corredores, as lesões mais comuns são no menisco; os demais pacientes de esportes de contato geralmente apresentam o rompimento do ligamento cruzado anterior”, afirma. Procurar atendimento com um ortopedista especialista no assunto faz toda a diferença.

Categorias
Ortopedia

Saiba como tratar a epicondilite lateral

A epicondilite lateral, também conhecida como cotovelo de tenista, é um problema que não acomete apenas quem pratica esse tipo de esporte.  Trata-se de uma inflamação nos tendões que pode ser causada por esforço repetitivo, exercícios mal executados, traumas, lesões e quedas.

Na Orto&Trauma, o especialista em cotovelos e ombros é o Dr. Marcos Heringer. Ele alerta que ao sentir dor nessa região, o paciente deve procurar logo atendimento. “Além do exame clínico, solicitamos exames de imagens para ter um diagnóstico mais preciso e, na sequência, iniciamos o tratamento, seja por analgésico, anti-inflamatório e fisioterapia. Porém, há casos em que a cirurgia se faz necessário”, informou Dr. Marcos Heringer.

Categorias
Ortopedia

Fascite plantar tem cura

Sabe aquele incômodo insistente no calcanhar? Pois bem, pode ser uma fascite plantar que se trata de uma inflamação que recobre o músculo da parte inferior do pé. Segundo a especialista em pé e tornozelo da Orto&Trauma, Priscila Lemke, muitos pacientes relatam que sentem uma espécie de queimação na região do calcanhar, principalmente ao acordar e pisar no chão. “A maioria conta que sente essa dor repetitiva logo de manhã e que vai melhorando ao longo do dia. Acomete mais mulheres entre 40 e 60 anos e que apresentam algum grau de sobrepeso, que fizeram durante toda a vida uso de saltos altos ou que fazem algum tipo de atividade física com calçados inadequados”, explica a ortopedista.

De acordo com Dra. Priscila, ao perceber os sintomas, é indicado procurar um especialista em pé e tornozelo. “O tratamento será baseado em fisioterapia, exercícios de alongamento, crioterapia (uso do gelo), uso de anti-inflamatórios e de calçado adequado.  Caso a dor persista, também é indicada infiltração que realizo ambulatorialmente. Podemos lançar mão ainda de ondas de choque e, por último, do tratamento cirúrgico”, detalha.